domingo, 30 de dezembro de 2012

Obrigada Deus


Agradeço-te ó Deus
Por tua vida em mim
Pelas bênçãos que recebi
Pelas vezes que me guardaste
Pela força que me deste, para prosseguir
Pela família que me deste
Pelas pessoas, amadas, que colocaste no meu caminho
Pelas vezes que pude erguer minha voz e louvar-te
Por me socorrer nos momentos difíceis
Pelos livramentos que me deste
Pela graça que derramaste
Pela fé que acrescentaste
Pelo alimento que não deixaste faltar
Pelo teu amor incondicional
Por me consolar nos momentos de dor
Obrigada, ó Deus, por mais um ano que passei na Tua preciosa, maravilhosa e grandiosa presença!
Desejo a todos felicidades e muitas bênçãos em 2013
Deus abençoe!!!

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Salmo 23

Salmo de Davi





O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará.
 Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas.
 Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome.
 Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.
 Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.
 Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do SENHOR por longos dias.

Quando o Rei Davi escreveu esse Salmo, deveria estar com grande e profunda inspiração; os seus pensamentos e sua vida totalmente rendidos ao Senhor. Em 1 Samuel 13.14, está escrito que Davi tinha o coração segundo o coração de Deus. Ele tinha comunhão com  Deus, anelava por sua presença, confiava n'Ele, e obedecia a sua vontade. Davi tinha muita fé em Deus, era esforçado e por isso prosperou em Deus.
Que possamos também termos uma vida de rendição, dedicada e fiel a Deus; ouvindo, lendo, meditando e obedecendo a Ele assim como Davi. Que possamos orar com coração quebrantado, pedindo a Deus revelação da sua palavra e qual a sua perfeita e santa vontade para conosco!
Um grande abraço e que Deus abençoe tua preciosa vida! 

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

És o vento

Hino muito lindo!
Confiram, é uma bênção!!!

És O Vento
Ereli Prates

Em minha sombra estiveste
Sem o calor do sol senti
Te contentaste em me ver brilhar
Me apoiando ao caminhar
Somente pra mim foram as glórias
Mais só em Ti a força está
Uma linda face de amor a nos chamar
Um belo sorriso esconde a dor

Eu quero dizer-te que És meu herói
Que És tudo o que eu almeijo ser
Voo mais alto que uma águia
Pois sei que És o vento a me amparar.

Parece que fui indiferente
Mais tudo guardei no coração
Quero que saibas que a verdade eu conheço
Preciso de Ti para vencer.

Eu quero dizer-te que És meu herói
Que És tudo o que eu almeijo ser
Voo mais alto que uma águia
Pois sei que És o vento a me amparar.

Eu quero dizer-te que És meu herói
Que És tudo o que eu almeijo ser
Oh sim, voo mais alto que uma águia
Pois sei que És o vento a me amparar
Pois sei que És o vento a me amparar
Oh o vento a me amparar
Cristo, Tu És o vento a me amparar
Voar, voar, voar ao léu
Tão alto junto ao céu
Oh Cristo Tu és o vento a me amparar
Oh o vento a me amparar
Voar, voar tão alto para o céu
Tão alto até que eu chegue ao céu
Senhor Jesus vem me dirige sempre o meu viver.

video

domingo, 23 de dezembro de 2012

VIMOS A SUA ESTRELA E VIEMOS ADORÁ-LO

José era um bom homem, ele era o filho de Davi, e ele desposou Maria.
Ela disse, deve lhe ter dito. Esta jovem virgem, bonita, uma donzela Judia. Ela ia ser mãe. E José ia com ela, observe isto, sem dúvida alguma, depois que ele a desposou, ele descobriu que ela ia ser mãe. Agora, ele era simplesmente um homem, a Bíblia diz que ele era. Ela deve lhe ter dito sobre a sua inocência. A mulher amável, eu posso ouvi-la, exatamente como se estivesse a dizer, “José, meu amigo amado, meu amado esposo, eu sou inocente disto”. E ela deve lhe ter dito da visita, dela e do grande Arcanjo, que o Arcanjo havia chegado para ela, Gabriel, e a havia visitado com estes grandes sinais que ele lhe havia dito, daquilo que iria acontecer.
Maria ficou tão orgulhosa com a Mensagem do Anjo, que ela seguiu para a montanhosa terra da Judéia; de      Nazaré, uma cidadezinha muito insignificante.
      E quando ela subiu lá em cima, a sua prima Isabel também estava (já de seis meses) para ser mãe, que era chamada de estéril.
      O seu esposo Zacarias, era o sacerdote do templo. E certo dia enquanto ele estava movendo as ofertas, que era o incenso que queimava, ou melhor, sobre as orações do povo que estava do lado de fora. Gabriel, o Anjo do Senhor; agora, Ele não tinha sido visto, ou nada foi visto de alguma coisa Sobrenatural, por anos e anos, e centenas de anos. Mas ali se colocou aquele Anjo do lado direito do altar, e lhe disse que a sua esposa conceberia e teria um filho, e ele iria colocar o seu nome de “João”. E todos nós conhecemos a história.
E então quando Gabriel também, seis meses depois, visitou Maria de Nazaré, e lhe falou a respeito do evento da sua prima, Isabel. E então rapidamente, Maria tendo este grande segredo em seu coração, do que iria acontecer, ela se apressou colina afora para ver a sua prima. 
E quando Isabel havia se escondido, porque ela não queria aparecer diante dos homens na condição em que ela estava, e ela havia se escondido por seis meses. Agora, de acordo com o meu compreendimento nas Escrituras, ela estava preocupada, até aquele tempo o bebê, não havia dado sinal de vida. E era subnormal, para um bebê não se mover dentro, oh, pelo menos três meses, ou quatro, no tempo. Mas agora eram seis meses, e o bebê ainda não tinha movido. Então quando Isabel e Maria se encontraram, elas, sem dúvida, abraçaram uma a outra, se abraçaram, como prima, e... e estavam contentes por ver uma a outra. E vamos lembrar do que elas disseram. Eu posso ouvir Isabel dizer para Maria, “Oh, querida, você está tão bonita”.
E Maria dizer, “Sabe, eu sei que você vai ser mãe”.
“É, estou até incomodada, já fazem seis meses e o meu neném ainda não mexeu”.
“Oh, mas eu tenho uma coisa para te contar, eu simplesmente não dou conta de segurar mais!”.
Vocês sabem, há alguma coisa quando você entra em contato com Deus, você não pode ficar em silencio sobre isto. Você simplesmente tem que dizer algo sobre isto, que é, se você tem uma verdadeira e real conversão. Não me importa onde você esteja, você tem que expressar isto em algum lugar.
Eu posso ouvi-la dizer, “Sabe, eu tenho uma coisa para te contar. Eu vou ter um neném também!”
“Oh,” disse Isabel, “Eu creio então... Por que você não nos convidou para o casamento, você e o José, finalmente quando que vocês casaram? Eu sabia que você estava noiva, mas por que você não me convidou para o casamento?”
“Oh, nós ainda não nos casamos.”
“E você vai ter um neném?”
“Vou!”
“Bem, Maria, eu... eu realmente não compreendo”.
“Sabe, o Anjo do Senhor apareceu  para mim, Gabriel. Foi ele quem me disse que você estava escondia. Foi Ele quem me disse. E Ele disse que o Espírito Santo ia me cobrir; e aquela Coisa Santa nasceria através de mim, seria o Filho de Deus. E chamarei o Seu Nome de “Jesus”, pois Ele salvará o Seu povo dos seus pecados.”.
Pela primeira vez que aquele Nome maravilhoso foi falado por lábios humanos, o Joãozinho, estando morto no ventre de sua mãe, pulou de alegria, e recebeu o Espírito Santo, morto no vente de sua mãe. Se... se o poder de falar o Nome de Jesus Cristo traz um neném morto para a vida no ventre da mãe, o que deveria isto fazer para uma igreja que clama ser Seu servo, nascida do Seu Espírito? Como Isabel ficou tão surpresa, quando ela olhou para Maria, ela disse, “E donde me provem isto a mim, que venha visitar-me a mãe do meu Senhor? Pois eis que, ao chegar aos meus ouvidos a voz da tua saudação, a criancinha saltou no meu ventre.” João nasceu do ventre de sua mãe, cheio do Espírito Santo, pelo Nome de Jesus Cristo! Que tipo de bebê deveria este ser?
Sem dúvida alguma que ela relatou detalhadamente isto para  José.
Agora vejam, José, sendo um homem justo, ele devia ter se preocupado, “Vocês sabem, agora eu sei que se ela for apanhada em adultério, a primeira coisa que vai acontecer com ela, ela será apedrejada. Ela não pode...”
Eles não podem viver desta maneira. A Bíblia diz que, “Se uma donzela que está desposada, está na cidade, e for violada por um homem, e se ela não gritar, então ambos são apedrejados juntos, eles são mortos. Mas se ela está no campo, ou no mato, e ela grita e ninguém pode ouvi-a, o homem tem que morrer, e ela vive”. Agora então, a punição daquilo, isto é em Deuteronômio 22, onde eu lhe pedi para ler a algum tempo atrás.
Agora observem, nisto, nós encontramos que ela tinha que ser mãe, não casada. Então, para José, parecia que Maria estava tentando consegui-lo para ser o seu escudo contra os zombadores e escarnecedores, vêem, José tinha qualquer maneira, e ser o seu escudo, mas não ser um marido para ela no... na relação familiar, mas era para ser... ele tinha que ser um escudo para ela.
Ele queria crer nela, eu... eu realmente creio nisto. Ele queria crer nela, mas a sua história era tão incomum. “Enquanto ele pensava sobre estas coisas, ele estava disposto então a deixa-la em secreto. Ele disse, “Eu não causarei nenhum grande distúrbio sobre isto”. Agora, recordem, ele não havia feito o juramento ainda mas ele estava desposado. Mas ele a deixaria em secreto. “E enquanto ele estava pensando nestas coisas”, deixa-la assim secretamente”, vêem, isto foi de sua sã consciência. Vêem, ele era simplesmente um homem, um bom homem.

José, o seu esposo, sendo um homem justo, ele ponderou as coisas. Isto era tão incomum, como eu disse, ele... ele dificilmente poderia compreender aquilo. “Como poderiam ser estas coisas?” Mas ele, sem dúvida, se assentou, orou sobre aquilo, estudou aquilo nas Escrituras. “Como puderam ser estas coisas?” Enquanto ele estava estudando, o Anjo do Senhor apareceu para ele, em um sonho. Ele não era um profeta. E não havia um profeta na terra, naqueles dias, ninguém poderia chegar para ele com o  ASSIM DIZ O SENHOR, então o Senhor usou a maneira secundária.   se você simplesmente se submeter como José fez.
Sem dúvida ele disse, “O Grande Jeová, Deus, eu... eu venho através da linhagem de Davi, Eu - eu... eu sou um homem justo; espero que eu seja, estou confiando que o que Tu disseste seja a Verdade. E a minha amada, a minha pequena querida aqui, que eu tenho, com a qual estou desposado. Eu, por outro lado, coloca-la para fora, eu... sou culpado por ter cometido adultério. E ela vai ser mãe, e eu não a conheço como esposa. O que são estas coisas, Senhor?”
  Anjo do Senhor chegou para ele, em um sonho. Amém. O Anjo do Senhor chegou para ele em um sonho, e disse, “José, tu filho de Davi, não temas receber a Maria tua mulher, porque o que nela está gerado é do Espírito Santo”. 
José viu aquilo, que aquilo era a profecia de Isaías 9, “Um menino nos nasceu, um filho se nos deu. O Seu Nome será, Conselheiro, Príncipe da Paz, Deus forte, Pai da Paz, Deus forte, Pai da Eternidade”. E Seu principado não terá fim”. Ele sabia Quem aquilo seria, porque ele... ele viu toda a coisa quando o Anjo do Senhor lhe disse isto, que “Aquilo que nela estava gerado era do Espírito Santo”. “Uma virgem conceberá e dará a luz a um filho”. Agora, aquilo era um grande mistério, o super sinal que Deus deu a todo o mundo, um super sinal que aquele era Seu Filho.
E quando Cristo estava sendo formado em Maria, rapidamente vem o mandamento do rei, “Todas as pessoas!”. Logo que ela estava... Cristo estava se tornando um bebê já completo, pronto para sair, logo então a grande perseguição.
Eu posso ouvir José dizer, “Maria, querida, aquele rei cruel!”.
Mas ela disse, “ouça, querido. Recorde, o Espírito Santo me disse que “Seu Nome será chamado ‘Jesus’, e Ele salvará o Seu povo de seus pecados”, Seu povo de seus pecados. Agora, José, querido, não importa o que aconteça, e o que o rei diz, eu sou capaz. Eu posso preparar uma mulinha. São várias milhas ao redor destas montanhas rochosas, e assim por diante. E, após algum tempo, ele sobe ate o topo da colina. E, ou, mais uma vez eles olharam para a cidade onde ambos haviam nascido, lá em Belém, as luzes da cidade. Muitos estavam ali, os lugares superlotados, as pessoas do lado de fora, dormindo no chão, pelos campos. E pergunta, talvez pela primeira vez, então atingiu a mente de José, “o que eu farei se eu não puder encontrar um lugar, porque talvez este bebê possa nascer nesta noite. Ela passou o dia inteiro em dores. Então, agora, e se o bebê for nascer nesta noite?”
Enquanto ele se colocou ali olhando através do vale, preocupado, seus olhos ficaram olhando para os lados, e ele viu algo estranho. Vocês sabem, é geralmente na hora dos problemas, quando coisas sobrenaturais acontecem. Ele olhou ali e viu uma Estrela. Ele nunca havia lembrado de ter visto uma grande. Ela parecia estar tão baixa, e ela estava pendida bem sobre Belém. Ele olhou para cima, e voltou, depois que havia ajudado a Maria se assentar numa pedra para descansar um pouco. Ele virou para dizer para ela, “Querida, você observou...” E ele podia ate mesmo ver o Seu reflexo em seus bonitos, olhos negros, enquanto ela se assentava e olhava, sorrindo. Disse, “Querida, não é Aquilo estranho?”
Ela disse, “José, querido, estou observando Aquilo desde que o sol se pôs. Estou observando a Estrela. De algum modo ou outro, eu sinto realmente estranha nesta noite, que algo está se preparando para acontecer.” Bem, é geralmente desta forma, vocês sabem, você tem aquele sentimento estranho.
E ela começou a observar a Estrela, e José; a mulazinha descansando, respirando. E eles observavam a Estrela. Ela tinha um jeito estranho. Ela não era como as outras estrelas. Ela parecia inquieta, movendo. Ela estava esperando por algo, observando algo acontecer. Agora vamos deixar nosso casalzinho assentado aqui nesta pedra por um momento.
Vamos em nossas mentes, a centenas de milhas, para o Oriente, o Mágico lá no leste, na Índia. Naquela noite, como era costume deles, todos eles, quando uma estrela... o sol se punha, as estrelas saiam, eles subiam em um monte, entravam em uma torre, como uma torre de observação. E subiam até ali para... para adorar, e para estudar. E eles... eles guardavam o tempo pelas estrelas. E eles estudavam os eventos, e... e eles subiam ate ali e estudavam o... a queda dos poderes, e das nações, e o colapso das... das... das nações, e assim sucessivamente, de reinos. E assim eles, eles pensavam. Sobre isto e falavam sobre isto. E eles conheciam aquelas estrelas, cada uma delas. Eles as conheciam como conhecemos a Bíblia. Cada movimento que elas faziam, significava algo.
Agora encontramos que estes companheiros, eles eram crentes, eles queriam descobrir. Eles ajuntaram tudo que tinha, para partir. Eles queriam descobrir o que era isto, a verdade. Agora, eles tinham uma longa jornada, então todos eles arrumaram suas riquezas, e... e tudo mais, se prepararam com outro, incenso e mirra, e seja o que for eles possuíam para levarem e descobrirem este Rei. Eles começaram a jornada com suas dádivas.
Os Magos estavam procurando por Isto!
E quando você está procurando por Isto, quando você está pronto para receber o verdadeiro Presente de Natal, a verdadeira Dádiva do Natal, Deus é o Presente de Cristo, o Espírito Santo. Você está procurando por Isto, você verá Isto, é uma Luz Celestial enviada por Deus, do Céu, para testemunhar de Jesus Cristo.
“Onde está Aquele que nasceu Rei dos Judeus? O que é esta Luz misteriosa aqui em cima? Quem, onde está Ele? “Subindo e descendo as ruas, estes homens ricos, e os camelos em vestidos, e outro e incenso, subindo cada rua, descendo em cada viela, gritando, “Onde está Ele? Onde está Ele?” 
E aqui estavam os magos observando a Sua Luz Celestial, descendo, disseram: “Quando chegarmos a Jerusalém eles dirão o que é esta Luz Celestial mística sobre nós, que está nos guiando”. E subindo e descendo as ruas iam eles, “Onde está Ele? Onde Ele nasceu, o Rei dos Judeus? Vimos Sua Estrela no Oriente. Viemos para adora-lo. Temos ouro, incenso, trouxemos tudo para Ele. Onde está Ele? Onde está Ele?
E aqui estavam os magos observando a Sua Luz Celestial, descendo, disseram: “Quando chegarmos a Jerusalém eles dirão o que é esta Luz Celestial mística sobre nós, que está nos guiando”. E subindo e descendo as ruas iam eles, “Onde está Ele? Onde Ele nasceu, o Rei dos Judeus? Vimos Sua Estrela no Oriente. Viemos para adora-lo. Temos ouro, incenso, trouxemos tudo para Ele. Onde está Ele? Onde está Ele?“Não! O que está acontecendo com você? Vêem, eles não tinham a resposta.
“Vimos Sua Estrela no Oriente e viemos adora-Lo”.
 Deus tem um Presente de Natal para você esta noite. Ele O embrulhou em uma manjedoura. O lado de fora não era muito, mas, oh, o lado de dentro é  Vida Eterna. 
Jesus Cristo: o maior Presente de Natal, o primeiro e verdadeiro Presente de Natal de Deus para o homem”.    (William Marrion Branham)

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Um Profeta para esta Era da igreja

                                                   William Marrion Branham   1909-1965

O profeta de Deus para esta era.

William Branham nasceu dia 6 de abril de 1909, em uma cabana nas colinas de Kentucky, o primeiro de nove filhos de Charles e Ella Branham. Criado nas redondezas de Jeffersonville, Indiana, ele conheceu somente a vida de miséria e sofrimento, seu pai era um alcoólatra e analfabeto.


 Compondo estas circunstâncias, o jovem foi considerado “nervoso”, porque ainda pequeno ele falava de “visões” e “uma voz” que falava para ele de um vento, dizendo: “ Nunca bebas, nem fume, nem corrompas seu corpo de maneira alguma. Haverá uma obra para fazeres quando fores mais velho .” William Branham conheceu o Senhor e foi cheio com o Espírito Santo em 1931.
Daquele tempo, a Bíblia se tornou o foco de sua vida e Jesus Cristo o centro de sua existência! Ele foi ordenado ao ministério na idade de 23 anos, na Igreja Batista Missionária em dezembro de 1932.


Visitação de um Anjo. Dia 11 de junho, de 1933, William Branham estava batizando no rio Ohio, perto de Jeffersonville, Indiana, quando uma luz luminescente e ardente de repente apareceu sobre sua cabeça e a voz que falou: “Assim como João Batista foi enviado para precursar a primeira vinda de Jesus Cristo, assim tu és enviado para precursar Sua segunda vinda!” A próxima edição relatada na Jeffersonville Evening News (Notícias da noite de Jeffersonville) relatou o incidente com o subtítulo: “ Estrela Misteriosa Aparece sobre Ministro Enquanto Batizava ”.


Aos vinte e dois anos de idade casou-se com Hope Brumbach, com a qual teve dois filhos, Billy Paul e Sharon Rose Branham. Durante a enchente que ocorreu em 1937 no rio Ohio, ele perdeu sua jovem esposa e a filhinha.

 Depois de viver alguns anos como viúvo, ele se casou novamente, no dia 23 de outubro de 1941, com Meda Broy, sobre quem ele faz referência, pregando na abertura do Sexto Selo: "E mesmo gostando muito dela, eu não teria me casado com ela se Deus não tivesse dito para fazê-lo..." Meda Branham lhe deu três filhos: Rebeck, Sara e José Branham.

Em maio de 1946, ele se apartou para buscar Deus e entender o significado de sua vida estranha. Enquanto orava sozinho tarde da noite, um anjo de luz apareceu, dizendo: “ Não temas. Eu sou enviado da presença do Deus Todo-Poderoso para dizer-te que teu nascimento peculiar e vida não compreendida tem sido para indicar que você levará um dom de cura Divina às pessoas do mundo. Se fores sincero quando orares e levar as pessoas a crerem em você, nada parará diante de sua oração, nem mesmo o câncer.
Você irá a muitas partes da terra e orará para reis, governantes e potentados. Tu pregarás a multidões mundo afora e milhares virão pedir conselho a ti. ” Isto foi literalmente cumprido nos anos que se seguiram, pelo que seu ministério o levou ao redor do mundo sete vezes e muitos indivíduos de influência pública, incluindo o senador Upshaw dos Estados Unidos da América, o Rei George VI da Inglaterra, foram curados como resultados de sua oração. Na noite de 24 de janeiro de 1950, uma das mais impressionantes fotos (abaixo) de todos os tempos foram tiradas no Coliseu Sam Houston, Texas. Enquanto William Branham estava no pódio, um halo de fogo apareceu sobre sua cabeça. Esta foto foi a única que saiu de todo o filme! George J. Lacy, Investigador de Documentos Questionáveis, e frequentemente solicitado pelo FBI para este fim, submeteu o negativo a todos os testes científicos disponíveis. Em uma conferência, ele afirmou: “Do meu conhecimento, esta é a primeira vez em toda a história do mundo que um ser sobrenatural foi fotografado e cientificamente vindicado.” A foto original está arquivada no Departamento Religioso do Instituto Smithsonian, Washington, D.C
A bíblia diz:
Certamente o Senhor DEUS não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas; (Amós 3:7).
E também em (Êxodo 20:18-19) diz:
E disseram a Moisés: Fala tu conosco, e ouviremos: e não fale Deus conosco, para que não morramos;
Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do SENHOR;
(Malaquias 4: 5-6.)
O ministério do nosso precioso Irmão Branham, o qual cremos que ele é o mensageiro desta era, o “Elias prometido”, foi vindicado por sinais e maravilhas, e o que é mais importante (mostrando-nos ser verdadeiro o seu ministério), é que a doutrina por ele pregada foi baseada unicamente, na dos Apóstolos, na doutrina de Paulo, enfim, a Revelação Completa de Jesus Cristo.




Em cada Era Deus enviou um profeta para revelar sua palavra ao povo. O mensageiro dessa Era é o precursor da Segunda Vinda de Cristo. Seu nome é William Marrion Branham o anjo de Apocalipse 10:7.
"Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos." Apocalipse 10:7
O Ministério Sobrenatural de William Branham cumpriu a profecia de Malaquias 4:5-6. E sua mensagem é a revelação que faz manifesto os segredos de Deus. Ele, sem sombra de dúvida, foi o profeta enviado de Deus para esta era e pregou a mensagem que Deus lhe ordenou para trazer os predestinados de volta à Palavra original.
"Quem recebe um Profeta na qualidade de um profeta receberá galardão de Profeta; e quem recebe um justo na qualidade de justo, receberá galardão de justo." S. Mateus 10:41
Se deseja conhecê-lo  melhor, entre no site:  http://branham.org/
                                                                    http://www.apalavraoriginal.org
                                                                   Voz de Deus
Deus abençoe a todos!

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

domingo, 16 de dezembro de 2012

Salmo 15


O verdadeiro cidadão do céu


 SENHOR, quem habitará no teu tabernáculo? Quem morará no teu santo monte?
 Aquele que anda sinceramente, e pratica a justiça, e fala a verdade no seu coração.
 Aquele que não difama com a sua língua, nem faz mal ao seu próximo, nem aceita nenhum opróbrio contra o seu próximo;
 A cujos olhos o réprobo é desprezado; mas honra os que temem ao SENHOR; aquele que jura com dano seu, e contudo não muda.
 Aquele que não dá o seu dinheiro com usura, nem recebe peitas contra o inocente. Quem faz isto nunca será abalado.

Medite na palavra do SENHOR!
Deus te abençoe...até a próxima!

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

A suprema excelência do amor



1 Coríntios 13:1-13
Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.
 
O amor derruba barreiras, é vencedor, quebra o orgulho, perdoa, faz o bem, dá sem querer em troca, é manso, humilde...enfim, o amor verdadeiro é dom de Deus.
Que o SENHOR possa derramar do seu Divino amor em nossos corações!!!

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Céu morada de meu Deus

Hino realmente maravilhoso...lindo, perfeito.
Louvor confortante...inspirador, regozijo e alimento espiritual...na voz abençoada da irmã Isabel!

CÉU MORADA DE MEU DEUS
   (composição de Sofia Cardoso)

Céu, morada de meu Deus
Onde reina a paz, onde reina o amor
Céu, oh lindo céu, beleza sem fim
Tudo é lindo ali, ali, ali

Há um rio cujas correntes
Alegram a cidade de Deus
Santuário das moradas
Do altíssimo, do altíssimo
Desejo ir morar ali
Pois minha alma anseia ver o Rei
Como Ele é
Desejo ir, morar ali
Nas mansões celestes
Morada de meu Deus

Céu, morada de meu Deus
Onde a luz é o Senhor é só esplendor
Céu onde vivem os anjos
Querubins e arcanjos
E os serafins, serafins, serafins

Há um rio cujas correntes
Alegram a cidade de Deus
Santuário das moradas
Do altíssimo, do altíssimo
Desejo ir morar ali
Pois minha alma anseia ver o Rei
Como Ele é
Desejo ir, morar ali
Nas mansões celestes
Morada de meu Deus.

video
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...